Limpeza profissional em condomínios

Limpeza em condomínios

Geralmente quando aprendemos a fazer a limpeza de um ambiente, fomos ensinados por alguém da nossa família ou por amigos próximos. E qual o problema nisso? A resposta é que devemos acabar com os mitos que aprendemos domesticamente.

Vamos separar essa nossa conversa por tópicos para que você entenda melhor.

Um bom produto de limpeza

Quanto à cor

É instintivo quando olhamos um produto colorido, termos a sensação de que ele é um produto melhor, mas isso está errado! O pigmento dele pode até manchar.

Espuma

Você sabia que a espuma geralmente atrapalha a limpeza? Por mais que a sensação seja de que com mais espuma, mais limpo será, ai é que está o erro. Quanto mais espuma tiver, mais trabalho você terá para limpar o ambiente, isso fará um gasto maior de água. Um bom produto geralmente não faz espuma e sim, facilita que a água se misture com a sujidade.

Perfume

Geralmente quando vamos analisar um produto, tiramos a tampinha e cheiramos para sentir o aroma contido na embalagem, o problema é que se não tiver um bactericida, as bactérias vão agradecer, pois além de não as eliminar, elas vão ficar bem perfumadas.

Aderência ou viscosidade

Normalmente achamos que quando mais o produto seja viscoso, ele seja melhor, engano! Alguns produtos para “enganarem” os clientes usam sal para dar maior volume no seu conteúdo, e convenhamos que o sal não sirva para limpar, não é mesmo?

Mistura de produtos

Esse assunto é superimportante e devemos ter muito cuidado com essas misturas, saiba que você ao fazer esse procedimento está correndo um grande perigo.

Produtos químicos só devem ser misturados por profissionais capacitados para realizar essas ações, gases são liberados e inalados quando fazemos por conta própria, podendo causar sérios danos aos nossos pulmões e esse risco todo não aumenta o poder de limpeza do produto, então não faça.

Compartilhe esse post:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email